quarta-feira, 23 de setembro de 2020

Veja aqui como utilizar sua nota do Enem 2021!

O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) tem, hoje em dia, um papel fundamental na vida dos estudantes, daqueles que buscam uma formação de nível superior ou até mesmo daquelas pessoas que desejam uma melhor qualificação profissional.

Além de ser um termômetro do ensino médio brasileiro, a sua nota do Enem pode ser utilizada para ingressar no ensino superior através de programas como o inscrição ProUni 2021, o Fies ou o Sisu. Há ainda universidades que deixaram de lado a elaboração de vestibulares próprios para utilizar-se apenas da nota do exame para avaliar seus candidatos. Por isso, é fundamental que você, além de ir bem na prova, saiba como usar de sua nota.

Universidades públicas - SISU


Várias universidades públicas de todo o país utilizam-se exclusivamente da nota do Enem para selecionar candidatos às vagas. Para isso, o candidato deverá inscrever-se no Sistema de Seleção Unificada (SISU).

O sistema é totalmente informatizado e abre inscrições duas vezes por ano, geralmente em janeiro e em julho. Não é preciso realizar o pagamento de nenhuma taxa de inscrição e não há limite de renda ou idade para participar.

O candidato deverá apenas ter prestado o Enem no ano imediatamente anterior e não ter zerado a redação. Vale ressaltar que cada instituição de ensino pode atribuir um peso diferente para cada prova do exame, como critério de avaliação, dependendo da área do curso escolhido. Por exemplo, se o curso for de exatas, a pontuação da prova de matemática pode ter um peso maior e assim com as outras áreas de conhecimento.

Por isso, vale se atentar na hora da inscrição sobre os critérios de avaliação da instituição e do curso que você deseja.

Universidades particulares - Prouni

Geralmente, após o processo seletivo do SISU, abrem-se as inscrições para o Programa Universidade para Todos (PROUNI). Com ele, é possível conseguir bolsas parciais e integrais para instituições de ensino privado de todo o país.

Para participar, o candidato não pode ter diploma de ensino superior, deve cumprir os requisitos de renda, ter participado do Enem do ano imediatamente anterior e, por fim, ter atingido uma nota mínima de 450 pontos e não ter zerado a redação.

As inscrições, assim como no SISU, são abertas duas vezes por ano e são totalmente gratuitas.

Financiamento com juros baixos - FIES

Desde 2015, para concorrer aos benefícios do programa Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (FIES), os candidatos devem apresentem a nota do Enem de qualquer edição a partir de 2010, contanto que tenham alcançado a nota mínima de 450 pontos e não tenham zerado a redação.

Além das notas, o Fies ainda possui um limite de renda familiar bruta mensal de no máximo dois salários mínimos e meio por pessoa. A dificuldade para conseguir este tipo de financiamento está crescendo a cada ano, por isso existem algumas áreas de prioridade, como saúde e a formação de professores.

Ingressar no ensino superior sem vestibular

Há ainda aquelas faculdades que aboliram totalmente os vestibulares e passaram a utilizar somente a nota do Enem como critério para selecionar os seus estudantes. Nestes casos, cada instituição estipula suas próprias regras e critérios de avaliação com base no exame, por isso, vale dar uma pesquisada mais a fundo na faculdade de seu interesse.